12 agosto 2007

Now or never

Chegou o dia do embarque para Memphis.

Levo uma mala apenas.

Nela, a espera de toda uma vida.

Curioso como ontem fiquei tentando lembrar qual minha primeira lembrança como fã de Elvis, o mais longe que fui foram às tardes de domingo vendo os filmes dele na extinta TV Manchete antes mesmo de eu me mudar pra cá, ou seja, um período antes de janeiro de 84.

Sempre fiquei impressionada com a voz de Elvis e com a miscelânea de ritmos que ele cantava. E cá estou com o coração batendo forte prestes a começar o ritual de sair de casa rumo ao aeroporto.

Eu dormi bem, capotei por volta de meia-noite e quarenta. Acordei pontualmente às 6h. Depois que abri o olho não consegui mais fechá-lo e comecei a conferir se não esqueci de pôr nada na mala (é, eu não tenho TOC por pouco).

Num consegui achar nem com reza forte a necessaire que levei pro PAN com umas bijuterias, mas resolvi não me estressar com isso. Na sexta, comprei um crucifixo, vou ficar com ele no pescoço direto. Eu gosto de crucifixox, me dão uma sensação intensa de proteção - deve ser herança dos meus tempos no colégio de freira.

Além disso, devo comprar algum colar do TCB (take care of business), lema de Elvis. E pronto, a indumentária estará resolvida.

Quase me esquecia de imprimir a lista dos presentes e presenteáveis. Pior é que sempre que viajo eu fico com a impressão de que tô esquecendo alguma coisa. Geralmente, eu não esqueço, mas com Murphy a gente precisa ficar sempre em alerta.

Soube pelo Elvis Insiders que a temperatura em Memphis está bem quente e que a previsão é de sol e calor forte para os próximos seis dias, possibilidade de chuva não passando os 20%. Recomendaram levar camiseta e shorts.

Eu ainda não tô acreditando, sabia?

E por uma série de fatores, a começar pela minha própria origem familiar. Meus pais não têm o ginásio completo, meus avós idem, todos vieram de lugares bem pobres no interior dos estados de Pernambuco e da Paraíba e a mãe da minha bisavó materna chegou a morar numa senzala.

Dá pra ter idéia do orgulho que mainha e painho tão sentindo hoje?

Do quanto eles devem tá pensando como valeu a pena o esforço em me dar uma boa vida (e a meu irmão idem, óbvio), sem privações, respeitando meu jeito de ser. Nunca estudei em escola particular (seja criança, seja adolescente seja na faculdade) e o máximo do luxo que pedi pra eles foi o curso de inglês.

E agora tô aqui, prestes a embarcar.

Aff, chega dá um nó na garganta.

E eu sou mole pra chorar que nem te conto.

Tô me sentindo como um atleta que passa a vida toda treinando por apenas um instante de felicidade.

Tenho fé de que tudo correrá bem e de que voltarei com muitas histórias boas para contar.

Eu vou parando por aqui porque vou na casa do meu irmão me despedir dos meus sobrinhos.

Aliás, como eu queria poder levar comigo todas as pessoas que eu amo. Queria muito que todas elas estivessem comigo compartilhando esse momento tão especial da minha vida.

Mas se tem uma coisa que aprendi é que a gente não pode ficar muito tempo pensando no que não é possível e sim correr atrás para torná-lo real ou partir para outras oportunidades.

Tentarei atualizar este blog de lá do hotel, mas com a agenda tão cheia não sei se vai dar.

A todos que por aqui passaram meu muito obrigada.

Por tudo.

Pelas dicas, pelo apoio, pelo carinho.

Até a volta!


4 Comments:

At 12 agosto, 2007, Blogger stella said...

amiga, Deus te acompanhe! :)

 
At 13 agosto, 2007, Blogger Gal said...

Bom, eu chorei com esse post.
Parabéns Gil. E BOA VIAGEM!

Beijos e namarië.

 
At 13 agosto, 2007, Blogger dea said...

Nhaaaaaaaaaaa! Pára de fazer a gente chorar, owwww!!! =P

Aproveitaaaaaaaaaaaaa!!

Eu ia te ligar ontem pra desejar uma ótema viagem (como se precisasse, ehehe) mas acordei as 17h30!!!!! =O

 
At 13 agosto, 2007, Blogger Expedito Paz said...

Vai correr tudo mais que certo por aí, meu amor:) Pena que nem todo mundo entenda que as pessoas precisam, sempre que puderem, realizar seus sonhos, seja de que forma for:)

Beijos, te amo! Estou com saudades:)

 

Enviar um comentário

<< Home